Segunda-feira, 21 de agosto de 2017
Praça Maninho Barreto em Canto do Buriti (Foto:Ascom ATI)

Após encaminhamento do governador Wellington Dias, uma equipe da Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI) viajou até o município de Canto do Buriti, onde visitou espaços públicos e realizou estudo de viabilidade para implantar a rede de internet livre do Governo do Estado na cidade.

 

No município, os espaços visitados foram a Praça Maninho Barreto, mais conhecida como Praça do Y, devido a um monumento que existe no meio do local com o formato dessa letra; Praça Santo Expedito, Mercado Municipal, Terminal Rodoviário e a Praça de Sant’Ana, onde há uma quadra esportiva bastante frequentada por jovens no período da tarde e noite.

 

Na Praça Santo Expedito, Jean Alexandre, de 16 anos, contou que não há na cidade nenhum local onde a população possa acessar internet livre. “Ainda não tem não, mas ia ser bom para os estudantes como meio de comunicação, de pesquisa, ia ser bom”, disse o jovem.

 

Quando precisa navegar pela web o estudante confessa que, ou vai para a casa de algum amigo ou põe crédito no celular. “Ultimamente estou usando [a internet] mais para estudos ou comunicação mesmo com os amigos, para conversar mais”, revelou Jean.

 

Já o comerciante Marcos de Araújo, que trabalha no mercado municipal de Canto do Buriti, falou como a instalação da rede de internet do governo pode contribuir para o dia a dia dos munícipes. “Iria ajudar de diversas formas, seja para fazer algum trabalho escolar e até mesmo para se comunicar. Nas redes sociais, hoje em dia, as pessoas se comunicam muito”, comentou Marcos, que aproveitou para indicar a Praça da Igreja Matriz como o melhor local para a equipe da ATI instalar um ponto de internet.

 

Para o diretor-geral da Agência de Tecnologia, Avelyno Medeiros, a necessidade de internet que a população do interior do Piauí possui é igual à da capital. “Isso fica evidente quando observamos o monitoramento dos atuais municípios que já possuem esse serviço e notamos que cidades como Piripiri, Guaribas e um assentamento em Curralinhos usam a rede de internet do governo tanto quanto em pontos como a Potycabana ou a Praça da Bandeira em Teresina”, fala Medeiros.

 

A equipe da ATI, formada ainda pelo diretor técnico David Amaral e o assessor técnico Almeida Júnior, mapeou os endereços e georreferenciou os possíveis pontos públicos que podem receber a rede de dados de comunicação do Estado em Canto do Buriti.

 

A internet livre é um dos serviços ofertados por meio do projeto Piauí Conectado, que vai dotar os municípios com infraestrutura de fibra ótica facilitando também a aplicação da telemedicina, da telessegurança com câmeras de monitoramento, universalização do ensino a distância, entre outros benefícios que vão otimizar o tempo do piauiense, modernizar a máquina pública, garantir acesso e inclusão digital.


  Deixe o seu comentário 1 comentários aprovado(s).  
  Nome: joao henrique   Email:    Cidade: itaueira
Canto do Buriti fica mais de 400 km de distancia da capital, e não 336 como diz a reportagem.
 IP: 170.82.124.90 Postado em: 17/04/17 10:22

Veja também
   
Página inicial
Mais lidas do momento
NOTÍCIAS
MUNICÍPIOS
COLUNAS
OUTRAS PÁGINAS
PARCEIROS
© Copyright 2004/2017. www.acessepiaui.com.br - acessepiaui@hotmail.com - (86) 99978-4674 -Teresina-PI. Todos os direitos reservados.