Sexta-feira, 20 de outubro de 2017
Ministro assina homologação da obra do Aeroporto de Bom Jesus (André Oliveira)

A obra do Aeroporto de Bom Jesus foi homologada, nesta quinta-feira (05), em Brasília. Com cerca de R$ 23 milhões previstos para execução, a infraestrutura pública deverá ser entregue em um ano e meio. A solenidade ocorreu na Esplanada dos Ministérios e contou com a presença do ministro dos Transportes, Maurício Quintela; do governador Wellington Dias e do prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, dentre outras autoridades.

 

Wellington comemorou a conquista para a região, que abriga um potencial estratégico para o estado. “Esse aeroporto é importante para o Brasil. Nós estamos falando de um aeroporto na região que mais cresce no Brasil. Cresce pela produção de alimentos, milho, arroz, soja, algodão, a produção de vegetal como eucalipto e de frutas e pelo comércio atacadista, comércio varejista e pela mineração. Nessa região que abriga as primeiras bases de energia eólica e energia solar. Ou seja, tudo isso movimenta um mundo de pessoas de outros países e outros estados, além da própria população”, destacou o governador.

 

A pista que terá 1.200 metros de extensão, 30m de largura e casa de passageiros, será homologada para aviões de até 50 passageiros.

 

O aval dado pela União para a construção do aeroporto regional de Bom Jesus vai ao encontro da influência econômica e produtiva da região sudoeste piauiense que vem batendo recordes no agronegócio. “É uma conquista para uma região que é rica, promissora e responsável pelas grandes riquezas produzidas pelo Piauí e que tinha grandes dificuldades de locomoção, de acesso e de transporte”, revela a vice-governadora Margarete Coelho.

 

O encontro também renovou o compromisso do Estado e da União com a continuação do alargamento da BR-135. Para o entorno do aeroporto, está prevista a construção de 200 unidades de habitações. O Estado ainda se comprometeu em garantir o asfaltamento, ligando o centro de Bom Jesus ao novo aeroporto.

 

Para o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo, o aporte de R$ 7 milhões garantido pelo Governo do Estado foi fundamental para a obra. Ele acredita na viabilidade funcional da obra. “Todos os estudos apontam que, depois de Teresina, o aeroporto que tem mercado para receber o maior número de passageiros, pousos e decolagens é o de Bom Jesus”, afirmou o gestor.

 

O aeroporto de Bom Jesus, que também deverá reforçar o acesso rápido em saúde para atendimentos em caso de emergência, é fruto do Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDar).

 

“Bom Jesus é o terceiro aeroporto do Brasil que consegue chegar a esse ponto de ampliação. Nossa outra luta agora é chegar à licitação do aeroporto de Picos, garantindo para o município esse equipamento público de extrema importância para o desenvolvimento da economia”, afirmou o secretário de Estado dosTransportes, Guilhermano Pires.


  Deixe o seu comentário 0 comentários aprovado(s).  

Nenhum Comentário ou aguardando aprovação!




Veja também
   
Página inicial
Mais lidas do momento
NOTÍCIAS
MUNICÍPIOS
COLUNAS
OUTRAS PÁGINAS
PARCEIROS
© Copyright 2004/2017. www.acessepiaui.com.br - acessepiaui@hotmail.com - (86) 99978-4674 -Teresina-PI. Todos os direitos reservados.